O preço e o valor.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

 

Esta semana resolvi trazer um ponto nada muito fácil de aceitar, mas gostaria de apresentar minha visão e análise de como o NÃO e o fracasso podem ser uma das maiores forças a favor do empreendedor. A final, vai me dizer que nunca batalhou para superar algo em sua vida, seja pessoal, como o término de um relacionamento, seja profissional, como a negação a um projeto seu. Acredito que o NÃO faz mais parte de nossa vida, do que o SIM.

Fui convidado para participar da mentoria do engenheiro Ricardo Almeida, com quem tenho desenvolvido alguns projetos na área de estruturas metálicas e venho trocando ideias sobre nosso ramo de atividades, além do próprio entendimento de nossas empresas, relações comerciais e inúmeras outras conversas. Nesta mentoria, sempre de forma agradável e enriquecedora, levantamos alguns assuntos pertinentes ao mercado e ao desenvolvimento das empresas no âmbito da engenharia e arquitetura, e como gosto de falar sobre meu negócio, sempre tento pontuar algo de forma diferente a linha de raciocínio comum. Neste ultimo encontro, de forma singular e eficiente, um dos participantes deu o depoimento de ter fechado seu contrato seguindo as orientações recebidas nas mentorias anteriores, deixando claro como está sendo importante na formação de sua vida empresarial estes encontros e os toques que são repassados nas discussões. O engenheiro, agora também empresário, destacou o quanto se preparou e como fez para convencer o seu cliente, deixando claro sua preparação, o desenrolar da conversa, o convencimento e tudo que envolveu o processo de sua primeira contratação. Muito bom o depoimento e ficamos todos felizes pela conquista, mas o “do contra” aqui acabou pedindo a palavra para parabenizar e dar um toque de como o SIM, pode cegar e que ele deveria se preparar para a jornada empresarial que se inicia, pois, os NÃOs serão superiores aquele SIM que ele tinha acabado de receber.

O bom de toda aquela conversa e do que foi tratado após meu apontamento, foi que a percepção dos participantes em entender a importância do NÃO no processo de crescimento das pessoas, das empresas e projetos. Dei alguns exemplos dos NÃOs que já recebemos na IMMOBILE, inclusive citando alguns dados de que normalmente, apenas 30 a 40% dos estudos evoluem para o projeto. E claro, isso nem sempre tem relação com sua competência ou conhecimento técnico, já que temos inúmeras variáveis, como legislação, demanda de mercado, viabilidade econômica, relação do cliente para com o projeto, dificuldades técnicas de terreno, dentre outras. O NÃO, será recebido a qualquer momento, mas estar preparado e reagir frente a ELE, sempre será a resposta que o empresário precisa dar. Com isso, vem a memória da consultoria que fizemos junto a equipe e amigos da empresa DZN, de São Paulo, onde buscamos aprender com os NÃO recebidos, a comemorar todas as conquistas independente do tamanho destas, e sem sombra de dúvidas, aprendermos a valorizar e reconhecer o caminho, o processo, a trajetória de nossas atividades, pois será através do processo que saberemos aceitar as respostas ao final, independente da qual seja.

Além de valorizarmos o processo, ainda podemos relacionar os NÃOs ao fracasso identificado por Napoleão Hill, em seu livro “+ Esperto que o Diabo”, onde ele deixa claro que é notório que ninguém fracassa intencionalmente, ninguém estimula a derrota temporária, e que o “fracasso é uma circunstância feita pelo homem, até que seja aceito pelo homem como algo permanente”. Que o fracasso pode ser entendido como um estado de espírito e com isso podendo ser controlado. Ou seja, mesmo sendo difícil, é preciso entender que receber o NÃO é parte do processo, mas aceitá-lo como resposta definitiva é uma escolha. Sem querer que o indivíduo seja teimoso e persistente, e sim criativo e sobretudo resiliente. O NÃO pode e deve ser transformador.

Enfim, cabe exercitar a memória e retornar aos momentos e processos dos NÃOs recebidos, buscando identificar o que foi aprendido, o que pode ser alterado, ajustado e aprimorado. Refaça o percurso dos seus projetos e transforme aquele NÃO em uma conquista. 

Expedito Júnior

Arquiteto e Urbanista

Sócio fundador da IMMOBILE Arquitetura

Já se cuidou hoje?

Em momento de crise sempre queremos escutar as melhores soluções, especialmente aquelas que resolverão nossas aflições, que darão fim a nossas angústias

Vamos mudar a forma de pensar

Essa semana, pensei em inúmeros temas e fatos para transmitir a você leitor. Entretanto, o que prevaleceu em meus pensamentos, foi de

Será a vez do interior?

Quando começamos nossa empresa há seis anos, a Immobile Arquitetura, já nos primeiros anos, desenvolvemos projetos em Lagarto e Glória, além é